Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

segunda-feira, 4 de junho de 2007

1110. Mapa da Ibéria

Para melhor se perceber o que em voz alta ninguém diz...
...

7 comentários:

azurara disse...

Ai, ai...
Fiquei tão nostálgico a ver isto...
Só de pensar que poderíamos ser una region autonómica...

carneiro disse...

obrigado pela extensa explicação sobre o tema. Faz todo o sentido.

Ruvasa disse...

Viva, Agnelo!

Leu os comentários ao post anterior, o nº 1109?

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Agnelo!

Leu os comentários ao post anterior, o nº 1109?

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Carneiro!

Foi extensa talvez demais, mas aconteceu assim para dar a conhecer o que me foi transmitido por alguém que é profundo conhecedor da questão, é técnico de reconhecida reputação, sempre esteve ligado ao PS e está numa fase da vida em que os interesses pessoais e mais comezinhos deixaram de ter importar.

Abraço

Ruben

azurara disse...

Pois li.
E como Comunidad Autónoma, qual Andalucia, poderemos utilizar Barajas sim problema, no?

Ruvasa disse...

Viva, Agnelo!

Claro que sim. Aliás, é o que tenho feito, nas deslocações anuais em passeio, para a América do Sul e Central. Sigo daqui para Barajas num Cessnazito e lá apanho um Airbus ou um 747.

Quando é para o Oriente, então, saio daqui no tal Cessnazito e vou até Amsterdam ou Frankfurt e, uma vez aí chegados, repete-se a cena.

À vinda, é ao contrário, com a diferença de que as aterragens em Lisboa são sempre muito bonitas, pelo enquadramento paisagístico inigualável e porque nunca são aterragens suaves...

Mas eu gotava, siobncramente gostava, de passar a sair de Portugal num Airbus ou num 747, sem ter que andar a fazer transbordos para lá e para cá.

Ora, com a Ota, nã vai ser possível acabar com isso. E os senhores governantes sabem-no bem. Mas, como são iberistas, ou melhor, "miguéis", há que aguentar, não?!...

Abraço

Ruben