Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

1377. "Tropa de elite"

Vi, ontem, ao serão, em DVD, o filme brasileiro "Tropa de elite" (Elite squad), de José Padilha, que retrata o quotidiano do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) no combate aos gangs do narcotráfico nas favelas do Rio de Janeiro, que foi estreado no Brasil, em 5 de Outubro passado.

Confesso que tenho visto, como qualquer um de nós, filmes muito violentos e de uma grande crueza. Este, porém, causou-me fortíssima impressão.

Talvez por não estar habituado a tais cenas aqui em Portugal, talvez também porque a violência dos filmes americanos nos pareça mais postiça, talvez porque esta nos pareça mais da nossa própria "família", por falarmos a mesma língua, que sei eu?!


Não sei realmente qual das razões foi determinante ou se foi o conjunto de todas, mas o que é certo é que me deitei com uma sensação muito estranha e tive certa dificuldade em adormecer.

Não me recordo de um filme violento me ter causado tamanha agitação interior.


* * *

Para aceder à página dos trailers e dos clips, faça click na imagem.
Demora um pouco a carregar.
...

6 comentários:

Isabel Magalhães disse...

Amigo Ruben;

Mais uma boa razão para seguir o conselho:

'Antes de dormir veja/faça 'coisas' com bom astral'! :)))

Bj

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Mas... já viu o filme?

Não?

Então, pelo menos veja os trailers. No post é só clickat na imagem e esperar um pouco.

O filme é verdadeiramente impressionante.

Bj

Ruben

Menina_marota disse...

Tenho o filme em casa mas confesso, ainda não tive oportunidade de o ver.
Mas um filme brasileiro que me impressionou bastante, foi "Cidade de Deus". Vale a pena ver.

Um abraço

Ruvasa disse...

Viva, Menina!

Que violência!

Ainda me estou a refazer. O serei eu que ando muito susceptível?

Abraço

Ruben

Isabel Magalhães disse...

Ruben;

Pois não vi.

Irei, então, clicar... como diz.

'Cidade de Deus'... vi!


Abraço

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Espero que tenha tido paciência para aguardar pelo carregamento, que estava lento.

Abraço

Ruben