Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

1459. Um cheirinho de Angkor Wat

2 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Uma maravilha, realmente.

Forte abraço

Ruvasa disse...

Viva, Eduardo!

Na verdade.

Abraço

Ruben