Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

sexta-feira, 20 de junho de 2008

1573. O cúmulo da ignomínia !

Consta por aí que este homem vai ser eleito vice-presidente da Comissão Política Nacional do PSD

Espera-se que o Partido não se deixe enredar na ignomínia máxima a que o podem sujeitar.

Seria a "desbunda total", a "sem vergonhice absoluta", a prova de que o Partido não tem solução e precisa de ser reformulado de alto a baixo, uma vez que premeia o crime e se oferece, qual prostituta barata, ao primeiro que lhe surge pela frente, mesmo que a tenha publicamente vilipendiado anos a fio.

Menos grave seria entregar-se ao Anacleto.


Para bem do PSD, do País, de todos nós, por amor de Deus que se deixe o homem continuar entretido no onanismo que tanto prazer lhe tem dado de há tantos anos para cá, mas não o metam no seio do Partido. Até porque - ou por ejacular precocemente ou por falhar o objectivo ou por lhe escassear o sémen - nada fecunda. Atrás de si não se constatam barrigas cheias, nem campos fertilizados. No seu rasto, só o deserto, a maior das desolações. Uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma...

Menos grave seria entregar-se ao Jerónimo.


Pelo caminho que o Partido leva, porém, não sei não...

Chegará Manuela a 2009? Hum...
...

10 comentários:

Isabel Magalhães disse...

Ruben;

Partilhamos os mesmos receios e preocupações...

[]

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Não vai acabar bem não. É fatal como o Destino.

Por um lado, não será mal feito, porque quem com ferros mata...; por outrop, é bem triste, porque um partido com as virtualidades do PSD não devia poder morrer de morte macaca como tantos têm tentado e acabarão por conseguir, se não aparecer alguém que, imune a esta gentinha de paróquia de comadres e aos seus perniciosos efeitos, reverta cada qual para su sítio.

[]

Ruben

al cardoso disse...

Se isso se concretizar, so se explica com o facto de quererem que o PS, ganhe outra vez.
E tem todas as condicoes para ser derrotado, com um PSD gerido por gente de qualidade, decerta nesta nao esta o cavalheiro Pacheco!

Um abraco dalgodrense.

Ruvasa disse...

Viva, Al!

Felizmente, não caíram daí abaixo. Deixaram-no ficar-se no seu prazer solitário...

* * *

Há, portém, coisas que dificilmente se acreditam.

Uma vez mais, as bases, mesmo as do Congresso, evidenciaram estarem com Santana Lopes. Foi para ele a primeira grande ovação da noite, após um discurso várias vezes interrompido para grandes aplausos. Embora Santana Lopes tenha feito um discurso contido, sem puxar ao sentimento, o que é certo é que o povo laranja se mostrou muito de acordo com o que ele disse. Como já referi, foi para ele uma das grandes ovações da sala, que mostrou que, afinal, aquela gente estava desperta e não se tratava de uma reunião de zombies como em todo o tempo anterior mais parecia. E depois dele, apenas a ovação dispensada a Ângelo Correia, que esse, sim, porque em despedida, arrancou um discurso a puxar ao sentimento.

Aliás, já antes, à tarde, o discurso de Pedro Passos Coelho tinha sido muito bem recebido e apoiado, contrariamente ao de Manuela Ferreira Leite que, na véspera, não tirara a sala do torpor em que se manteve até ao discurso de PPC.

Com tudo isso, foi bem visível - as câmaras evidenciaram-no de forma iniludível, porque a régie teve o cuidado de os focar de muito perto durante o discurso de PPC como no de PSL - o tremendo incómodo em que se encontravam Manuela Ferreira Leite e os que a acompanham.

Foi, em especial, mesmo muito "engraçado", ver os rostos contorcidos e as maçãs de Adão a subir e a descer, em seco, e os olhares de comprometimento que entre si trocaram, quando, em resposta a uma afirmação "infeliz" de António Borges, em lugar de destaque ao lado de Manuela, Santana Lopes afirmou, em concordância com Borges, que a "ética política" é coisa muito respeitável, sim, mas... deve ser observada, de igual modo, estando-se no Poder ou na Oposição, porque nem em tudo tudo vale. Foi o momento cómico da sessão de ontem.

É isso! Quem a coberto da noite pratica actos pouco dignos, mais tarde ou mais cedo com eles é confrontado "au plein soleil".

Por isso, pelo apoio ali uma vez mais dispensado a PSL, fica-se com a sensação de que algo na bota não joga com a perdigota... Apoia-se nitidamente um e vota-se noutro? Não cheira um tanto ou quanto a arranjinhos de bastidores, a promessas de sinecuras, ao caciquismo habitual nestas coisas, em todos os partidos?

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

De novo, pergunto:

- Manuela vai chegar às legislativas?

Hum!...

azurara disse...

Ufa....

Ruvasa disse...

Viva, Agnelo!

Pois...

Abraço

Ruben

Camilo disse...

"Cúmulo da ignomínia"?
Ó Amigo Ruben... se consta, é porque é mesmo verdade.
Ou julga que a eleição não foi "preparada" ao milímetro?
Aquilo foi...
"tudo nos conformes"!!!

Ruvasa disse...

Viva, Camilo!

Bem, lá tiveram medo de o meter nas listas. Também era descaramento demais.

Vai continuar no seu vício solitário, até que o dep+osito de testosterona se lhe seque de vez, o que parece já não demorar muito.

Já ningu+em liga ao que ele diz, tais os dislates debitados sempre que aparece nos +ecrans. Os palermas dos que o convidam para os programas e lhe pagam para por o partido em que está filiado de rastos, é que ainda não perceberam que o tipo só retira share aos programas em que entra. Quem é que tem saco para ouvir semelhante tal?

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Camilo!

Bem, lá tiveram medo de o meter nas listas. Também era descaramento demais.

Vai continuar no seu vício solitário, até que o dep+osito de testosterona se lhe seque de vez, o que parece já não demorar muito.

Já ningu+em liga ao que ele diz, tais os dislates debitados sempre que aparece nos +ecrans. Os palermas dos que o convidam para os programas e lhe pagam para por o partido em que está filiado de rastos, é que ainda não perceberam que o tipo só retira share aos programas em que entra. Quem é que tem saco para ouvir semelhante tal?

Abraço

Ruben