Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

2459. Verdades que têm de ser ditas

Heresias

Sem história

Caminhei pela calçada incerta da ‘cidade velha’ da ilha de Santiago, Cabo Verde, a mais antiga povoação europeia em África, prestes a tornar-se Património da Humanidade. Vi as ruínas da muralha do mar, o convento de S. Francisco e a fortaleza empoleirada na achada a fitar o oceano com altivez.

Mas, em toda a parte, há placas referindo que a reconstrução foi paga pela Espanha – fiquei amargo mas não admirado. Sei bem que governantes temos e tivemos. Lembro-me do magnífico forte de Stª. Catarina, Brasil, reedificado pela Alemanha.

E das queixas de total abandono dos que ainda se dizem portugueses em Malaca. Deixamos marca em todo o Mundo mas só a exibimos em concursos pimba. Um povo que desdenha o percurso que lhe moldou a identidade empenha o melhor do seu futuro.

Carlos Abreu Amorim, Jurista
Opinião, Correio da Manhã, 03.08.2009


* * *

É necessário comentar?
...

2 comentários:

Elma Carneiro disse...

"O homem é produto de si próprio".
Concordo plenamente, assim como também concordo que:" O homem é produto do meio".
O que você acha disso?
Um abraço

Itelvino Rodriguez disse...

O Fórum Carapau está de volta!

O Carapau - Fórum Subversivo

Estamos de volta!

Crónica, crítica e construção subversiva!
A nossa aldeia, o mundo, corrupção,Irão e afins!
De onde viemos, onde estamos, para onde vamos?
Enfim, a informação do costume, os comentários… são vossos!

Visita, divulga, participa!
http://carapau.pt.vu