Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

domingo, 9 de agosto de 2009

2461. Quem fala verdade?

Dia a Dia

Quem fala verdade?

O caso não é de somenos porque envolve a palavra do Presidente da República e do primeiro-ministro. Pelo menos a palavra dita por representantes dos próprios. Ou seja, o episódio criado com a não nomeação do neurocirurgião João Lobo Antunes para o Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida ou resulta do rompimento de um compromisso entre Cavaco e Sócrates ou não. Não há segunda via! E, por isso, é essencial que o País seja esclarecido sobre se houve ou não conversa entre os dois no sentido de acordar a indicação, pela quota do Governo, para o lugar.

Mais importante do que saber se a presença de Lobo Antunes no lugar é assim tão decisiva, é essencial esclarecer se alguém faltou à palavra e, agora, está a enredar o País numa pantomina intolerável. A um nível mais baixo da vida pública e política já sabemos que a mentirinha é moeda mais ou menos corrente mas entre um Presidente da República e um primeiro-ministro não é aceitável que tal ocorra.

É simples: todos precisamos de saber se, pelo menos ao nível das duas instituições máximas do País, ainda valem a integridade, a confiança e a frontalidade como critérios fundamentais no relacionamento entre os titulares dos dois cargos. É que se já não é assim alguém tem de fazer ou dizer qualquer coisa ao povo. É o mínimo!

Eduardo Dâmaso, Director-adjunto


* * *

Por mim, respondo já, ó Eduardo:

Frente a frente com antecedentes vários, não tenho qualquer receio de garantir que sei quem está a ser o mentiroso da história.
...

1 comentário:

Eduardo P.L disse...

Ruben,

o fundo branco deu outra clareza e possibilidade de leitura a seu blog, que com o modelo anterior estava prejudicado!
Forte abraço