Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

2463. Nova pausa...

... no interregno em que tenho vivido, para dar conhecimento do meu estado de expectativa.

Porquê a expectativa?

Pela simples razão de que sempre quero ver em que estádio de inteligência se encontra o actual eleitorado português.

?!?!?!

É que, perante um eleitorado minimamente inteligente, as intervenções de Sócrates - que já cá faziam falta!... - são uma benesse para os partidos da Oposição.

Perante um eleitorado não estupidificado, os opositores nem precisarão de fazer seja o que for e, em alguns casos, o melhor mesmo é que se mantenham caladinhos, para não dizerem asneiras e estragarem o trabalho da criatura.

É que ele diz enormidades tais - aliás, logo são desmentidas pelos factos - que só imbecis chapados não percebem logo que se trata de endrominação destinada a atrasados mentais.

A minha expectativa é mesmo muito grande!
...

3 comentários:

Orlando disse...

Dá-me a sensação de que vivemos agora o ambiente e o "clima" das primeiras eleições depois do PREC --- para quem tem idade para ter vivido aquela época.

Ruvasa disse...

Viva, Orlando!

Não estava cá na altura, mas acredito bem que sim.

Abraço

Ruben

H. Sousa disse...

Obrigado, Rúben, eu já estava de consciência pesada de não estar a malhar o suficiente nele, e vejo aqui a razão por que tenho estado calado.