Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

domingo, 25 de março de 2007

954. ... e Francisco Anacleto tão calado!

Mas não somente ele...

Também o sempre tão "justiceiro" irmão do advogado Ricardo Sá Fernandes...


E o sempre tão "sentencioso" Fernando Rosas...

Por que será? Porque já vão três... em Salvaterra?
...

4 comentários:

Sulista disse...

Aos poucos vão mostrando o que são...mai nada!!

Beijinhho ;-)

Ruvasa disse...

Viva, Maria João!

Pois... É só surgir a ocasião...

Beijinho

Ruben

carneiro disse...

Também gostei daquela parte em que a gajada cantou os parabéns ao Bloco. Na parte do "cantam as nossas almas" - mas os bloquistas aceitam ter alma ?

E na parte em que entoaram: "Para o me-ni-no blo-o-o-o-co" com os acordes da "internacional"

É uma riqueza cultural ver estes riquinhos a socializar...

Ruvasa disse...

Viva, Carneiro!

Mas essa - e outras como essa... - fazem parte do folclore bloquista.

Enquanto socializarem assim e não de outras formas mais elaboradas, não há crise. Até ajudam a desopilar o fígado.

Há uma característica deles que muito me diverte: são ridículos e nem têm a mínima noção disso. O Francisco Anacleto, então, é o máximo!

Abraço

Ruben