Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

sábado, 5 de maio de 2007

1053. Our man in Belém...

What must I do... what must I do...
What must I do... what must I do...?
Oh, my goodness!...

I'm going to Boliqueime, I´m going
I don't will be back for sure, oh, yeah!
(repeat)

Não nasci para esta vida, ai não
ai não, ai não...
O qu'eu quero é cortar fitas, ai é
ai é, ai é...

repeat
Y à las cinco de la tarde
brincar, reinar, lanchar
c'os netinhos tão queridos
que tenho, só meus e da Maria...
...

5 comentários:

Imagens disse...

Parece uma cantiga!? O rosto do homem ficou muito engraçado! Hehehehehe! Foi de tanto tocar trompete! hehehehehe!
Beijos!!!

Ruvasa disse...

Viva, Leila!

É uma cantiga brasileira que certamente conheces. Não está na totalidade, porque não valia a pena.

"Eu vou p'ra... eu vou...
Eu vou .... eu vou

Se a ... não quiser ir
Eu vou só, eu vou só, eu vou só."

Sabes de quem se trata? Do Presidente da República das Bananas Portuguesas, Aníbal António Cavaco Silva, natural de Boliqueime, Algarve, casado com Maria Cavaco Silva, tua colega. Um homem sempre tão rigoroso e agora, pelo contrário, tão autista e permissivo a verdadeiros atentados à dignidade e honorabilidade da República Portuguesa...

C'est la vie!, como dizem os franceses.

Ma, che porca miséria!, como dizem os italianos.

Beijos

Ruben

Sulista disse...

LOL....eheheheheh


;-)

Ruvasa disse...

Viva, MJoão!

Não digas que não está giro, com ar bonacheirão.

Para mim, como sabes, o Cavaco é tudo. Nem consigo respirar quando ele não está.

Beijinhos

Ruben

Imagens disse...

Ruben, sim, conheço a música! Não sabia de quem se tratava! Não sei muito sobre os políticos, além do que se passa no Brasil, garanto-te: é uma raça muito desgraçada! São capazes de fazerem horrores para acumularem riquezas. Pelo que tenho visto no teu blog, não são diferentes!
Beijos!!!