Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

quarta-feira, 27 de junho de 2007

1155. Francisco Louçã e o Tratado da União

Acima de tudo a verdade deve ser respeitada. É o que com este post eu próprio quero fazer.

Francisco Louçã, de quem politicamente e por princípio não posso discordar mais do que discordo, em discurso no hemiciclo de S. Bento, no debate que antecede o início da Presidência Portuguesa da União Europeia, acaba de, preliminar e certeiramente arrasar o "entendimento" a que se chegou na Cimeira Europeia de há dias, acerca do Tratado da União.

Não era possível dizer mais - e de forma tão clara - do que Francisco Louçã disse, demonstrando o equívoco e - em certos casos, pior do que equívoco, o dolo - que constitui tal acordo, que talvez convenha a todos quantos lá pelos corredores de Bruxelas o congeninaram, mas que, efectivamente, é uma vergonha, um verdadeiro desastre, porque embuste, para os interesses dos povos que esses senhores supostamente representam.

E, relativamente ao caso português, Francisco Louçã foi mesmo de uma pontaria assombrosa. Está, no seu discurso, tudo o que havia para dizer e que era imprescindível que se dissesse. Pois bem, foi dito, está dito, ninguém o poderá já apagar.

Alguém o teria que dizer. Pessoalmente, gostaria que outro o tivesse dito, dada a minha total dessintonia com as opções políticas de Louçã. Mas mais ninguém o disse de forma tão ajustada como o fez o líder do Bloco de Esquerda.

Lapidar! Honra lhe seja!

De tal forma que vou solicitar ao grupo parlamentar do BE uma cópia da intervenção. Logo que disponha da cópia, tenciono publicá-la.
...

6 comentários:

Isabel Magalhães disse...

Caro Ruvasa;

Não vi... ando sem tempo... o trabalho urge. :)

Aguardo que publique. Lerei. Pode crer! :)


abraço.

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Considero um discurso rapidinho e notável.

Se eles se dignarem enviar-me cópia, publico-a. Curiosamente, houve um amigo meu, pessoa de boa idade, de grandes e bem reconhecidos méritos e que nada está sintonizado com ele que já me fez saber que concorda comigo. Chegou a dizer que, a dada altura, se virou para a mulher e exclamou:

- Tu queres ver que eu ainda me vou inscrever no BE?

;-)

abraço

Ruben

Sulista disse...

E afinal, o que disse o homem??

Beijinho

Ruvasa disse...

Viva, NJoao!

Tem calma, pf. Se eles me enviarem a cópia que já lhes pedi, eu publico-a.

Beijinho

Ruben

Isabel Magalhães disse...

Caro Ruben;

Não me custa acreditar o que diz do seu amigo. O F.L. até diz umas coisas 'engraçadas'... que contudo não pratica. :)))

(Desculpe o humor das 3 da madrugada. Fico sempre assim quando trabalho até tarde.)

Um abraço.

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

É bem verdade. Mas desta vez, quanto a mim excedeu-se.

Abraço

Ruben