Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

1235. Alguém pode esclarecer?

Acaba de me chegar, por email, a seguinte informação:

Os computadores que a TMN propõe por quase 800€
estão à venda na
FNAC por 499...
e a FNAC também oferece crédito
que acaba por sair
mais barato do que a oferta
do nosso governo socialista
no âmbito do
seu programa de choque tecnológico
que fez as paragonas dos jornais.


Há por aí alguém capaz de confirmar ou desmentir esta afirmação? É que uma tal coisa é de gritos!

Na verdade, não se trata da venda de um qualquer burro ou mula em qualquer feira, por um qualquer tipo de bigode e tez morena, acompanhado de uma qualquer mulher de saia até aos pés e cabelo a bordejar o sul das nádegas.


Ou... será?
...

6 comentários:

azurara disse...

Pois.
Isso é mesmo assim.
Mas, caramba, não há comparação possível.
Basta a entrega em mão ser feita por alto dirigente socialista para não haver comparação possível.
E quando é o próprio Pinto de Sousa "in person", aí nem se fala!!!

Ruvasa disse...

Viva, Agnelo!

Se calhar e mesmo, hein?!

Isto está a atingir foros de escândalo de feira de Carcavelos.

Abraço

Ruben

Sulista disse...

Para alem de que assim
quem paga (e mais caro do que na Fnac), somos nós, a maioria, os que não pedimos um portátil!!!
Os contemplados só pagam 150 euros (em vez de pagarem a totalidade dos 499 euros da Fnac...).

Ah Cigano!!!
;-)


Beijinho

Ruvasa disse...

Viva, MJoão!

É o saque completo!

Beijinhos

Ruben

Camilo disse...

Amigo Ruvasa,
Já me tinha chegado esta notícia ao nariz mas, confesso, não liguei nenhuma...
Porém, o caso é bem capaz de ser mesmo grave.
Ou, como diz o árbitro da azia, o Coroado: GRAVOSO!!!
Ó Amigo Ruvasa: e que tal a gente começar a "meter" o nariz na empresa que fornece os computadores/Sócratinos?
Será... será... será que vamos encontrar algum, como hei-de dizer... algum membro do DESgoverno metido nisto???
-Ó Diabo!!!
Um Abraço.
camilo.

Ruvasa disse...

Viva, amigo Camilo!

Nunca se sabe.... nunca se sabe. Este país está transformado numa caixinha de surpresas desagradáveis.

Abraço

Ruben