Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

domingo, 2 de dezembro de 2007

1284. Fidel e o puto

Fidel Castro cruza-se com um garoto:

- Oye niño, sabes tú quién soy yo?

- No señor, no se quién es usted, ni me interesa.

- Pués, entonces, como castigo por no conoceres el comandante Castro, ahora mismo tienes que decirme veinte palabras que comiencen con la letra 'C' para que nunca más en tu vida se te olvide que mi apellido es Castro con la letra 'C'.

- Compañero Comandante Castro, cómo y cuando, carajo, comeremos carne con cerveza Corona como comen los cabrones comilones del Comité Central Comunista Cubano...?

- Ah, ah!... Falta una!

- Cabrón!
Cortesia de A.Figueiredo
...

8 comentários:

Aurélio disse...

Uma delícia...

PortoCroft disse...

A prova provada que às novas gerações nada escapa. :)

Ruvasa disse...

Viva, Aurélio amigo!

;-)

Abraço grande

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Luís!

Esa es una gran verdad. Verdad?

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Amigo Ruben

Com estes governos e com os políticos que temos, só te digo que existem milhares de portugueses que também já não sabem o que é comer carne e beber um cervejola.

Para eles (os políticos) os aumentos são de 8,5%. Para o POVO,1%, 1,5%, 2,1% e outros 0%. E viva o velho...!

Abração do amigo
AAlves

Ruvasa disse...

Viva, AAlves!

Claro! "Cabrones" não há apenas na Hispaniola dos antigos...

O exemplo frutificou e não apenas nos amigos do "pêto" do "barbaças". Nos outros, nos que se dizem absolutamente nos antípodas do pensamento e prática do dito cujo, as coisas não vão nada melhor.

Abraço

Ruben

leila Bosquerolli disse...

Hehehehehe!!!! Bem engraçado! Como vais? Tudo bem?
Beijos!!!

Ruvasa disse...

Viva, Leila!

Como vocês dizem, tudo numa boa.
E por aí?

Beijos iguais

Ruben