Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

1437. To believe or not to believe, that´s the question!

Pode alguém acreditar uma vez mais na palavra de um primeiro ministro que, no dia 10 de Janeiro, no preciso momento em que oficialmente comunica ao País a decisão de mandar construir o novo aeroporto de Lisboa em Alcochete, afirma taxativamente ter recebido o relatório do LNEC na véspera, portanto em 9 de Janeiro, depois de, 12 dias após, em 22 do mesmo Janeiro, ficar claro perante toda a gente que aquela afirmação não continha um pingo sequer de veracidade, uma vez que o relatório lhe foi entregue em mão - nas palavras do Director do LNEC e testemunhado - em 19 de Dezembro de 2007, ou seja, 21 dias, isto é, três semanas antes?

Claro que a circunstância de ter um primeiro ministro recebido um relatório
(ou seja o que for) em 19 de Dezembro de 2007 ou em 9 de Janeiro de 2008 é, para a questão de fundo, a decisão quanto ao local escolhido, absolutamente irrelevante.

No entanto, releva - e demasiado!!! - quanto à não correspondência com a verdade aquilo que um primeiro ministro, dirigindo-se aos portugueses, afirma em acto oficial - portanto, não em mera, despretensiosa e irresponsável conversa de café.

Que fazer, perante isto e daqui para o futuro? Acreditar no que um primeiro ministro parece afirmar tão ligeiramente e de forma singularmente expedita ou passar a estar sempre de pé atrás, para não se ser colhido de surpresa por revelações siderantes e desanimadoras como esta?

Por mim, tomei já a decisão quanto à foma de proceder. Não mais permitirei que me colha. Por muito que não se queira, lá chega sempre o dia em que... jamais!
...

6 comentários:

Camilo disse...

Amigo Ruben,
Você vai ver que a oposição, como não consegue arranjar "tema" algum para "pegar" contra o desGoverno...
vai-nos começar a bombardear juízo com a data da chegada do relatório às "mãos" do primeiro.
....
Em tempo
Quando o FCPorto for à Sertã, jogar contra o seu Sertanense (ou "Sertaginense"... fica o aviso:
nesse dia SOU DO SERTANENSE...
DESDE PEQUENININHO!!!

Ruvasa disse...

Viva, Camilo!

Ora assim mesmo é que é. Sempre a torcer pelo mais forte, que é para estarmos sempre com os vencedores!...

;-)

Abraço

Ruben

João Martins disse...

É mesmo difícil a gente acreditar em quem, com essa facilidade, diz coisas dessas. Este país está cada vez melhor.

Ruvasa disse...

Viva, João Martins!

E o dilema à la Shakespeare nem sequer se põe!

Abraço

Ruben

O Raio disse...

Quando o Sócrates disse aquele disparate eu vi logo que ele estava a aldrabar.
Não só porque aldrabar parece estar-lhe na massa do sangue mas porque não é crível que seja tão inconsciente que tome uma decisão tão importante como a de mudar o novo aeroporto da Ota para Alcochete em 24 horas!
O minimo que se pedia era que lesse o relatório.

Aproveito para chamar a atenção ao video que publiquei no meu blog (Cabalas). Estão todos convidados para o espectáculo mas não me tirem o lugar, a ideia é minha, tenho direitos!

Ruvasa disse...

Viva, Raio!

Aliás, basta olhar-lhe para a cara, especialmente para os olhos, para ver o que vai por ali...

Vou já espreitar o vídeo, obrigado.

Abraço

Ruben