Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

quinta-feira, 24 de abril de 2008

1516. Lugares que esperam por si






Mercado das Flores
Funchal, Madeira

8 comentários:

Isabel Magalhães disse...

As estrelícias são lindíssimas, de um colorido exuberante.

Deixo um abraço, Ruben.

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Como toda a Ilha, com ou sem Jardim.

Outro para si.

Ruben

Isabel-F. disse...

é lindo o mercada das flores ...

é linda a Ilha Madeira ...

é um jardim mesmo ... dá gosto lá ir ... e lá estar ...

beijinhos

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Conheci-a em 1961, de passagem. Apenas o Funchal com a Senhora do Monte e arredores.

Gostei imenso.

Depois, fui para África (Angola e Moçambique), onde estive até 1977, dezasseis anos, portanto.

Voltei à Madeira em 2000. Fiquei siderado com a diferença! A Madeira sempre foi linda, mas agora está esplendorosa. Corri toda a ilha, de ponta a ponta, durante a semana que por lá passei. Apenas não fui a Santa Cruz, que, aliás, fica ao lado do aeroporto.

Nem sei que te diga acerca do que mais gostei.

A Ponta do Sol? A Encumeada com o Curral das Freiras lá em baixo? O Cabo Girão? Machico? Santana? Porto Moniz? Pico do Areeiro? Parque Natural? Ribeiro Frio? Calheta?

A Madeira é, na verdade, um encanto.

Beijinhos, com o tal cravo

Ruben

Isabel-F. disse...

Ruben,

A última vez que lá estive foi há menos de um ano ... em Junho do ano passado ... já lá não ia há uns 15 anos e encontrei uma diferença abismal ... lá vê-se trabalho ...

nos sítios mais reconditos tens sempre um Centro de Saúde ... p.e.

e as pessoas transparecem alegria nas suas faces ...


também conheço a Ilha toda ... e todos os locais são maravilhosos ... cada um com o seu encanto próprio ....

bjs

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!


E isso mesmo. Vê-se trabalho. Pode-se concordar ou discordar de Jardim. O que não se pode é ignorar a obra.

Beijinhos

Ruben

Isabel Magalhães disse...

Ruben, uma GRANDE e ENORME verdade:


" Vê-se trabalho. Pode-se concordar ou discordar de Jardim. O que não se pode é ignorar a obra. "

[]

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

É incontornável.

[]

Ruben