Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

sábado, 16 de agosto de 2008

1733. José Malhoa - "Praia das Maçãs"

Praia das Maçãs
1918
Óleo s/madeira
Museu do Chiado
Lisboa
José Malhoa
1855-1933
click, para ampliar
...

11 comentários:

Paçoca disse...

I see friends shaking hands...

Ruvasa disse...

Viva, Paçoca!

Yes, indeed.

Abraço

Ruben

Menina_marota disse...

Sempre que vejo este óleo lembro-me de um poema de um poeta que gosto muito de ler...

"Congresso de gaivotas neste céu
Como uma tampa azul cobrindo o Tejo.
Querela de aves, pios, escaracéu.
Ainda palpitante voa um beijo.

Donde teria vindo! (não é meu...)
De algum quarto perdido no desejo?
De algum jovem amor que recebeu
Mandado de captura ou de despejo?

É uma ave estranha colorida,
Vai batendo como a própria vida,
Um coração vermelho pelo ar.

E é a força sem fim de duas bocas,
De duas bocas que se juntam, loucas!
De inveja as gaivotas a gritar...

[Alexandre O'Neill in O Beijo]

Uma Praia de grande significado para mim, já que passei uma parte da minha meninice brincando nela. Eu vivia perto de Sintra numa propriedade com os meus Pais e a praia das Maçãs era quase uma obrigação lá ir...

Foi bom recordar esses momentos.

Um abraço carinhoso e bom fim de semana ;))

Ruvasa disse...

Viva, Menina!

Sim, toda a zona que passa por Sintra, Colares, Praia da Maçãs, Azenhas do Mar e Cabo da Roca é deslumbrante.

Belo soneto, esse do O´Neil.

Beijinhos

Ruben

Tertúlia Virtual disse...

Almocei aí na PRAIA das Maçãs na minha estada em Maio!

Forte abraço

Isabel Magalhães disse...

Ruben;

Boa escolha. Este 'MALHOA' é também um dos meus favoritos. Curiosamente a informação que tenho deste óleo s/ madeira é 'assinado, não datado', segundo a colecção 'Pintores Portugueses' da INAPA.

Nos anos sessenta esta esplanada continuava exactamente assim. ;)

Bj

I.

Ruvasa disse...

Viva, Tertúlia!

Mas, em Maio deste ano, a Tertúlia era já nascida?!

E eu a pensar que quem cá tinha estado haviam sido o Eduardo e a Paulinha!

Mas... e que tal? Gostou, Tertúlia? Trataram-ne bem? ;-)

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

São três quadros de Malhoa de que muito gosto. Este, "Os bêbados" e "O Fado" ou "A Severa".

Sabe que destes dois últimos, tenho cópias a óleo sobre tela, com 50x40cm cá em casa? Encomendei-as em Zouhai, na fronteira com Macau, a um pintor chinês, que também me fez uma cópia de "A Última Ceia" igualmente a óleo sobre tela 81x48cm, do pintor Carlos Oswald, nascido em Florença e naturalizado brasileiro, autor do desenho final do "Cristo redentor", do Rio de Janeiro.

Agora fica aqui esta. A seguir vão os outros. Provavelmente a seguir irão as minhas cópias também.

Quanto à data, tirei-a de um site de pintura portuguesa.

Bj

Ruben

Isabel Magalhães disse...

Ruben;

Fico, então, à espera de ver a foto das suas cópias. Quanto á informação da data, obrigada.

Bj

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Ok.

Quanto à informação da data, veja o seu email. Daqui a pouco. Mas não diga que vai daqui.

Bj

Ruben

Isabel Magalhães disse...

Ruben;

'Tá bem'! Eu não digo. Fica um segredo entre nós... ou 'em patins'! ;)

bj

I.