Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

1746. Sondagem

Uma das empresas de sondagens portuguesas terá resolvido levar a efeito um inquérito de opinião à população residente em Portugal, acerca do tema imigração:

A pergunta que consubstanciou a consulta, terá sido a seguinte:Quanto aos resultados da pesquisa, tente, adivinhá-los...

Está a tentar?...

Mais um pouco...

O quê, não consegue? Fraca capacidade a sua, hein?

Bem, então click na imagem seguinte e confira:



Gentileza de Tira Nódoas
...

16 comentários:

Anónimo disse...

Ahahahah
Adivinha!

Ruvasa disse...

;-)

Alice Salles disse...

Ai gente, acho que eh piada interna porque eu nao entendi direito hahahahha

Ruvasa disse...

Viva, Alice!

É piada interna, pois.

Já há por cá quase tantos brasileiros e caboverdianos e gente dos países do Leste da Europa como de portugueses!...

;-)

Abraço

Ruben

Alice Salles disse...

Haaaan!
E eu achando que tinha algo A MAAAIS pra entender! hahahha
Brasileiro é praga, tem em tudo lugar! Eu por exemplo estou na terra do Tio Sam ai ai ai!
Um abraço!

Ruvasa disse...

Viva,. Alice!

:-))))))

Abraço

Ruben

Só- Poesias e outros itens disse...

Adorei o humor do "oi"
Em Minas Gerais dizem: oi nóis aqui.

bjs.

JU Gioli

Ruvasa disse...

Viva, Ju!

Pois... Nóis aqui também vamos aprendendo, n'é?

Beijos

Ruben

Ventania disse...

Eu não abri o link, mas portugal tá sofrendo o mesmo que a Italia. Tannnntos imigrantes que daqui a pouco será necessário medidas mais restritivas.
Abraços, Desirée

Ruvasa disse...

Viva, Désirée!

Mas porquê? O link não abriu?

A imigração tem sido, de um modo geral, boa para Portugal. O único problema - para além da criminalidade que subiu de uma forma exponencial - é que, sendo nós um país de apenas 10,5 milhões de habitantes, qualquer milhão de imigrantes nos "afoga".

E, andando na rua, isso nota-se de uma forma incrível. Se nos dirigirmos a um qualquer passante, já cerca de metade dos interpelados são de origem externa.

Havemos de caber todos, claro, mas começa a ficar apertado e nós não temos capacidade de absorção.

Abraços

Ruben

Isabel-F. disse...

rsss....


está gira ...


bjs

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

;-)

bjs

Ruben

Isabel Magalhães disse...

Ruben;

Bom aproveitamento de um fwd. lol

(Não fora o aumento da criminalidade e confesso que os estrangeiros não me incomodam nadica de nada...) :)

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Gostou, hein?, gostou mesmo?

Também a mim não. Até porque não me esqueço de que já fomos terra de emigrantes e estamos agora a ser país exportador de cérebros.

Bj

Ruben

Ashera disse...

Com o devido respeito que me merece a Isabel, não posso concordar quando diz:
(Não fora o aumento da criminalidade ...)
Isto é o que os m€rdia querem dar a entender, os estrangeiros vêm para Portugal á procura de melhores condições de vida, tal como os portugueses quando emigram.
A crimiladade existe já nesta escala por CULPA dos governantes, que não têm sabido gerir, criam Guetos, dão desemprego e fome, etc etc. creio que me fiz entender!
Beijos

Ruvasa disse...

Viva, Lurdes!

Pois eu acho que têm ambas razão. Eestou convencido de que a Isabel pensa de forma igual, ou seja, que a razão está dividida entre o quer ambas dizem.

Se é certo que os guetos têm grandes responsabilidades no que está a contecer, a chegada de outros modos de ser e estar, bem diversos da nossa habitual tolerância, não deixa de trazer certas especificidades aos crimes que ultimamente têm acontecido e a que não estávamos habituados, mesmo em épocas de grande crise como o actual.

Beijos

Ruben