Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

1817. Reflexões


Reflexões


1ª - É evidente que o Carlos Queirós, que com toda a certeza não é completamente destituído ainda há-de vir a perceber como se arma uma equipa (ignora-se, porém, se o fará em tempo útil) - talvez até compreenda por que razão no Man. United não deixam sair o Ferguson, para o substituírem por ele, Queirós...;

2ª - É evidente que o mesmo senhor acabará por perceber que o ponto fulcral de qualquer equipa é o meio campo e que a posição chave de qualquer equipa vencedora é o armador de jogo. Perceberá igualmente, que, sem armador de jogo, muito dificilmente a bola chegará em condições aos pontas de lança
(ignora-se, porém, se o fará em tempo útil);

3ª - É evidente que o supracitado senhor vai acabar por perceber que, quando se joga contra uma Albânia e, aos 40 minutos, se fica com mais um jogador em campo do que o adversário, a primeira coisa a fazer, nesse mesmo momento, é substituir um jogador lá de trás por mais um ponta de lança e não deixar as coisas correrem até se entrar em desespero, a um quarto de hora do fim
(ignora-se, porém, se o fará em tempo útil);

- É evidente que o dito cujo senhor acabará por compreender que são barracadas a mais em tão pouco tempo e que assim não pode continuar (ignora-se, porém, se o fará em tempo útil);

5ª - É evidente que o senhor em questão (digo bem, em questão...) acabará por compreender que os jogadores portugueses não precisam que os ensinem a jogar. O que precisam e muito é de alguém que lhes "faça a cabeça" porque o que lhes falta e muito é atitude mental
(ignora-se, porém, se o fará em tempo útil);

6ª e última - É por demais evidente que a estas horas, há por aí uma carrada de chauvinistas "esclarecidos" completamente sorridentes e satisfeitos pelo facto de o "brasuca de merda" ter ido embora e a selecção ter sido entregue aos cuidados de um cerebral português, de longe muito mais competente do que qualquer "sargentão de treta"...

Pois... É isso... Acabou-se o interregno e voltámos à porcaria habitual. Que saudades que já tínhamos desta merdunça!... Não era?
...

5 comentários:

slanwar disse...

Eu ja' tinha dito que a saida do Scolari ia provocar uma derrocada na nossa seleccao, e esta' se a ver isso mesmo. Gravei o jogo mas ja' o apaguei porque nao tenho o minimo interesse em ver uma porcaria. O CRonaldo tal como o Figo e o Rui Costa foram os Maradonas de equipas feitas de coxos, muito bom que eles sejam nao ha' nada a fazer.

Ruvasa disse...

Viva, slanwar!

Para mim o mais evidente é o que sempre o foi.

Eles não são coxos propriamente ditos ou, dito de outra forma, são coxos de mentalidade.

A selecção precisa, sempre precisou - e o consulado de Scolari veio demonstrar isso à saciedade - que aos comandos da nau catrineta esteja um bom psicólogo, um inteligente condutor de homens. De um homem desses é que se precisa.

Porque os futebolistas portugueses, ao chegarem à selecção, não precisam de quem os ensine a jogar (que isso eles sabem), mas sim de quem lhes oriente a cabeça. São fracos de cabeça. Pecam por falta de mentalidade.

Ora, deficiências destas apenas os psicólogos e - em casos mais graves - os psiquiatras conseguem resultados.

E, mais:

Se se quiser regressar a resultados mais ou menos satisfatórios, acabem com seleccionadores portugueses, que não têm hipóteses.

Os poderes de bastidores são tais que apenas um tipo como Scolari, psicólogo com bastas provas dadas e firme como uma rocha, mesmo no erro, consegue fazer frente a tais interesses e patrões.

O resto? O resto são cantigas de embalar, gente sem dois dedos de testa. Ah! E chauvinistas meio idiotas.

Abraço

Ruben

Isabel-F. disse...

"...
Pois... É isso... Acabou-se o interregno e voltámos à porcaria habitual. Que saudades que já tínhamos desta merdunça!... Não era?
"


infelizmente tens toda a razão ... não percebo nada de futebol nem de treinadores, mas sempre pensei que o C Queiróz tivesse outra fibra ... mas parece que não ...

a vitória sobre Malta (acho que o 1º jogo foi com estes não? ....) deve ter sido mesmo por mero acaso.


que raiva ...

beijinhos

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

"Que raiva...", dizes bem. É que há coisas tão fáceis de perceber, que, se as não fazem, parece ser mesmo por casmurrice idiota.

Beijinho

Ruben

saç ekimi disse...

thanks