Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

terça-feira, 3 de abril de 2007

972. ministro da saúde desmente ministro da... saúde

O ministro da Saúde, António Correia de Campos, anunciou no programa da RTPN Mais Saúde que os hipermercados vão começar a vender todos os medicamentos, incluindo aqueles que precisam de receita médica.

No entanto, o utente que opte por comprar um medicamento com receita num hipermercado terá de pagar a totalidade do preço, ou seja, terá de abdicar da
comparticipação que o Estado dá à maioria dos medicamentos.

"Se quer a comparticipação vai à farmácia, se quer proximidade vai à loja", disse o ministro.
in site da RTP

* * *

O ministro da Saúde, Correia de Campos, negou esta terça-feira que os medicamentos sujeitos a receita médica vão ser vendidos em hipermercados e lojas de farmácias.

Apenas os medicamentos sem a necessidade de receita médica podem ser vendidos fora das farmácias. Alguns destes medicamentos são comparticipados. No entanto, quem os adquirir em hipermercados ou lojas de saúde não terá direito a essa comparticipação, pagando a totalidade do medicamento.
in Correio da Manhã

* * *

Nota do bloguista:

São tão estimulantes
esta incerteza,
esta agitação contínua,
esta verdadeira "lócura"...

Quem é que ainda consegue
viver

sem este delicioso nonsense?
...
...


9 comentários:

Isabel-F. disse...

... isto mostra bem como vamos andando por aí....

ou será que alguém estava com os copos ... e nem sabia bem o que estava a dizer??? ...

afinal vai ser como????

rssss


bjs e tem um bom dia

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Já reparaste que o senhor está assim a modos que para o vermelhusco?

Será de vergonha ou de qualquer outra coisa... ?

Beijinho

Ruben

O Raio disse...

Isto é a animação própria de todo o PREC (Processo de Empobrecimento Em Curso).

Ruvasa disse...

Viva, Raio!

Boa essa! ;-)

Também tenho a minha opinião acerca do que isto é. Só que o decoro me impede de a deixar aqui.

Abraço

Ruben

Sulista disse...

É a LOUCURA!!!



;-)

um dia isto tem que ter um fim!...enfim!!

Beijinho

hjesu disse...

Também me sinto à mercê de loucos.
E esta?
http://www.correiodamanha.pt/noticia.asp?id=237114&idselect=21&idCanal=21&p=200
Um terço do ordenado? Mas a escravatura não acabou ainda?

Ruvasa disse...

Viva, MJoão!

Ainda acabaremos por nos encontrarmos todos em... Rilhafoles. Uns, por serem eles próprios, outros por terem sido feitos pelos primeiros.

Não se percebe o que quero dizer? Eu não te digo que ainda nos encontraremos todos em Rilhafoles?

;-)))))

Beijinho

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Henrique!

Apre!

Isto é que é um verdadeiro democrata a perorar.

A ele é que já ninguém o fiscaliza. Nem vale a pena. É caso perdido.

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Por estas e por outras é que eu gostava de ver o Dr. Jorge Sampaio ainda como PR, pois ele já tinha corrido com o Governo e dissolvido a AR. Ou não? Será que o actual PR ainda não encontrou motivos para sacudir esta gente que diz que nos governa? Ai que vontade que eu tenho de fazer comparações.

Só não entendo o que andam os homens sérios e competentes deste País, que ainda não tiveram coragem para dizer, com sinceridade, o que pensam destes "cavalheiros" que ocupam os lugares de governação e gestão das empresas, dividindo privilégios e demais benesses, e dizendo ao comum dos cidadãos que
é preciso que aceitem de boamente os sacrifícios que lhes são impostos.

Um abraço

AAlves