Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

terça-feira, 17 de abril de 2007

998. "Inglês Técnico-caseiro"

Direcção da UnI apresenta amanhã os documentos
Sócrates foi aprovado
com trabalho de Inglês feito em casa

Por Graça Rosendo e Felícia Cabrita

José Sócrates foi aprovado na cadeira de Inglês Técnico com um trabalho feito numa folha A4 e enviado para o reitor da UnI, acompanhado de um cartão com o timbre do seu gabinete de secretário de Estado. Esta é a explicação que deverá ser dada pela nova direcção da Uni, em conferência de imprensa, quando tornar públicos estes dois documentos, apurou o SOL. A conferência, prevista para esta tarde, foi entretanto adiada para amanhã.

José Sócrates terá feito a cadeira de Inglês Técnico ­– uma das cinco que realizou na Universidade Independente para concluir a licenciatura em Engenharia Civil – através de um pequeno trabalho entregue numa folha A4, que fez chegar ao reitor acompanhado de um cartão do seu gabinete de secretário de Estado.

O cartão e a folha A4 foram encontrados no processo do aluno José Sócrates pela nova equipa que está à frente da Universidade Independente.


O SOL apurou que está previsto estes dois documentos serem apresentados durante a anunciada conferência de imprensa da nova direcção, com a indicação de que o dossiê escolar de Sócrates, nesta cadeira, não contém qualquer outro elemento de avaliação.


Um destes documentos é, então, um cartão de José Sócrates (subscrito enquanto secretário de Estado adjunto do ministro do Ambiente e que tem o timbre do seu gabinete), em que este escreveu, pelo seu punho: «Meu caro, como combinado aqui vai o texto para a minha cadeira de Inglês».


Agrafada a este cartão, está uma folha A4, com um pequeno texto em inglês, que corresponderá à resposta a menos de uma dezena de alíneas.


Segundo apurou o SOL, este «trabalho para a cadeira de Inglês» é o único documento escolar de Sócrates desta cadeira e terá servido para concluir a sua avaliação final a Inglês Técnico.


Contactado, o gabinete do primeiro-ministro informa que, a haver comentários ao caso, ficarão para depois da conferência de imprensa da UnI.


A conferência de imprensa, que estava marcada para hoje às 18h foi entretanto adiada para amanhã, quarta-feira.


Ontem, a direcção da UnI prometeu revelações importantes na investigação empreendida pela Universidade ao processo do aluno José Sócrates.

...

8 comentários:

carneiro disse...

A UnI está a fazer chantagem com o governo: por isso, adiaram deixando fugir um pouco do conteúdo do escandalo.

Se o governo fechar a UnI, eles põem a boca no trombone.

Se tiverem garantias de que o Gago não fecha, anulam a Confª de Imprensa e tudo fica na mesma...

A demissão do governo e a convocação de eleições antecipadas num quadro de vitimização de Socrates, começa a ser a solução mais limpa, ou seja, menos cagada...

Caso em que a campanha do PS seria: "há quem queira puxar o país para baixo. Logo agora que o país estava a entrar nos eixos ao fim de 30 anos é que vêm com estas campanhas todas só para deitar abaixo, dar despesa ao país... Interessa lá se o engenheiro é técnico ou engenheiro sem técnico... Interessa é que estava a governar bem, até darem cabo do governo..."

Digo eu.

Abraço

Ruvasa disse...

Viva, Carneiro!

Aqui estamos em desacordo.

Em questões de dignidade, não só das pessoas, como ainda das instituições - para mais do Estado - não há que hesitar, custe o que custar.

Não há valor mais alto do que a dignidade de um País.

Creio que, aqui, não discordamos, até porque, segundo julgo saber, o meu amigo é advogado ou, pelo menos, jurista. Mas nem precisava de o ser. Não necessita de ter conhecimentos especiais. O senso comum é bastante.

Aliás, o que já está apurado, qual seja as falsidades inseridas em documentos oficiais do Estado Português, ao mais alto nível, já deviam ter feito accionar os meios necessários à correcção da anomalia.

O governo anterior, o primeiro-ministro anterior, foi crucificado de forma abjecta por... nada!

Mesmo que a circunstancial Presidência Portuguesa da UE ficasse em risco ou tivesse mesmo que ser adiada, se as coisas são como se apresentam, tem que ser.

Quando tem que ser, tem mesmo que ser. E, neste caso, pelos elementos de que já se dispõe, não há dúvida de que tem que ser.

Perder-se uma Presidência da UE é nada se comparada com a perda de credibilidade e de dignidade de todos nós, como Povo, como Nação, como País.

Pode-se tentar tudo torcer, Não há volta a dar-lhe e nada pode já ser torcido.

Abraço, Amigo.

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Carneiro!

Acha que sim? Acha que, depois disto, o PS se apresentaria ao eleitorado com aquele "chefe"?

Tem tido conhecimento da barafunda que anda lá por dentro? Da guerra santa que se desenrola nos corredores?

O Carneiro apresentaria o mesmo candidato a novas eleições?

Porquê? Por masoquismo?

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Carneiro, outra vez!

Desculpe a insistência.

O problema não é saber se a UnI está a fazer chantagem sobre o primeiro-ministro. O que interessa, isso sim, é saber se é verdade o que alega.

No caso de ser verdade... a chantagem está justificada.

Mais: no caso de ser verdade, a chantagem deixa de existir, pois apenas passará a constituir a apresentação da verdade contra o embuste.

Tão simples como isto.

Outro abraço

Ruben

Sulista disse...

Viva Ruben!

O CArneiro explica o cenário existente.
Tu, o cenário ideal, justo e honesto,o que seria correcto acontecer.

...uma tristeza este pais e estes politicos :-(


Bjs aos dois amigos

Ruvasa disse...

Viva, MJoão!

Pois é, mas é assim mesmo.

Abraço

Ruben

Isabel Magalhães disse...

Notícia 'importantíssima' de última hora.

Afinal eram 2 1/2 folhas A4.






abraço.
I.

Ruvasa disse...

Pois, mas com menos de dez questões, que foi para não cansar muito.

Ridículos!...

Beijinho

Ruben