Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

sexta-feira, 13 de julho de 2007

1179. Receita para subtrair governantes a aplausos exagerados




Exmo senhor Pinto de Sousa,

Agora que os ventos têm andado menos de feição, pelo que os "vivas e aplausos" com que actualmente está a ser recebido um pouco por toda a parte parecem ferir-lhe os tímpanos sem o mínimo recato ou decoro, sequer comiseração, e espelharem-lhe no rosto um esgar que qualquer um nota assemelhar-se, cuspido e escarrado, aos arrancados a ferros do íntimo mais íntimo de uma vesícula biliar certamente bem deteriorada, permita-me que, humildemente e com súbdita prostração, lhe sugira uma técnica de efeitos seguríssimos, que tive oportunidade de constatar em Mitla, México, no ano de graça de 2003
.

Para se inteirar das características de tão excelsa técnica, queira dignar-se ter a bondade de clickar na foto e aguardar só um pouquinho...

Sempre na expectativa de directivas suas...
...

6 comentários:

Sulista disse...

Ehehehe...é a tua voz Ruben?

Beijinhos ;-)

Ruvasa disse...

Viva, MJoão!

Atão? Não sabes que é? Já falaste comigo várias vezes.

Aliás, era... em 2003. Agora tem mais 4 anos em cima. Estou a chegar à Third Age.

Mas a receita é boa, não?

Beijinhos

Ruben

Ruvasa disse...

Boa.
dp

Ruvasa disse...

Viva. DP!

;-)

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Viva meu bom amigo.

Está bem metida.

Um abraço
Aalves

Ruvasa disse...

Viva, Alves!

;-)

Abraço

Ruben