Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

terça-feira, 23 de outubro de 2007

1265. O teste em oaristo... mas pouco

Um homem foi ao médico para marcar uma consulta para a mulher:

- Qual é o problema dela? - perguntou o médico

- Está a sofrer de surdez. Não ouve nada.

- Então o senhor vai fazer o seguinte: Antes de vir com ela, pois só tem consulta daqui a 15 dias, vai fazer um teste para facilitar o diagnóstico. Vai colocar-se a várias distâncias da sua esposa. Fala para ela normalmente, e, quando vier, diz-me a que distância estava quando ela o ouviu. Está bem?

Nesse dia, à noite, quando a mulher estava a preparar o jantar, o homem lembrou-se de fazer o teste. Mediu a distância que estava em relação à mulher. E pensou: "Estou a 15 metros de distância. Vai ser agora!"

- Maria, o que é o jantar?

Nada. Silêncio. Aproximou-se 5 metros.

- Maria, o que é o jantar?

Nada. Silêncio. Pôs-se à distância de 3 metros:

- Maria, o que é o jantar?

Silêncio. Por fim, encostou-se às costas da mulher e voltou a perguntar:

- Maria, o que é o jantar?

- É frango, gaita!!! É a quarta vez que te respondo!!!
Com abraço, ao Alves
...

4 comentários:

carneiro disse...

Olhe que o sedentarismo afecta a acuidade auditiva...

Abraço

Ruvasa disse...

Viva, Carneiro!

Sim, ouvi dizer que sim. Ao que parece eram muitas as vozes.

E eram tantas... tantas... tantas que, tanto quanto se sabe, o seu número apenas foi superado pelo das que, a pés juntos, juravam que o vento a bater nas orelhas, entra em grande redemoinho e logo manifesta incontível tendência para entrar pelos ouvidos, provocando tremebundas otites que, irreversivelmente se agravam de tal forma que, "no fim da picada", mandam a acuidade às malvas, as auditivas ferramentas às urtigas. Acrescentam, imagine-se!, que só o "sonotone" evita maiores e definitivos males.

;-)

Abraço

Ruben

al cardoso disse...

Conheco uma estoria parecida, mas e referente ao olfacto!!!

um abraco do d'Algodres.

Ruvasa disse...

Viva, Al!

Que tamb+em deve ser boa.

Abraço

Ruben