Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

1403. Marieta & Julieu - "Alcochete"

Click na imagem, para ampliar
...

11 comentários:

diário rasgado disse...

Olá Ruben!

Não conhecia os seus blogs, mas parabéns. Mais do que um prazer, é uma necessidade e um direito poder discutir a viva voz questões que nos afectam a todos, enquanto cidadãos. Com liberdade e humor.

Um abraço,

Marco Mendes

Ruvasa disse...

Viva, Marco!

Sim, com liberdade e humor. Com liberdade, porque sim; com humor, porque de outra forma corremos o risco de nos tornarmos demasiadamente amargos.

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Excelente.
Um abraço.

dp

Ruvasa disse...

Viva, dp!

Obrigado.
Hão-de seguir-se outros.

Abraço

Ruben

Isabel Magalhães disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabel Magalhães disse...

Espero que as 'almas iluminadas' da promoção não vejam este post. :))))

O 'ALL-Garve' é, quanto a mim, um atentado, um pôr de cócoras perante o mercado inglês que, e como sabemos, só nos envia o 'cheap cheap'.

Ah! nada tenho contra os ingleses; tenho sim contra a política de turismo seguida nos últimos anos. Falta de formação profissional, falta de uma divulgação que nos dignifique, falta de uma oferta para além do sol e mar... e Kopos!

O nome do aeroporto? Espero que seja Aeroporto Internacional de Lisboa (Alcochete, ou o nome da localidade do Campo de Tiro que, sinceramente, não sei qual é.)

:)

Bj

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Capazes disso são eles e de muito mais.

Existe já um movimento tendente a dar-lhe o nome de "General Humberto Delgado". Muito embora o dito General nunca ter sido do meu agrado,

(pois estou convicto de que se ele tem vencidos as eleições tinha havido uma guerra civil no país, com as purgas e contra-purgas que se seguiriam por que, como bem se sabe - quem nessa altura tinha idade para se aperceber das coisas - eu tinha 16 para 17 anos e andei a fugir dos cavalos da GNR na Av. da República e da Fontes Pereira de Melo, bem como dos jactos de tinta azul nas agulhetas dos carros de bombeiros.
E esse senhor estava bem rodeado. De tal modo que foi bem tramado e apareceu morto, dizendo depois que tinha sido mandado matar por quem precisamente menos interesse tinha nisso, já que ele, nessa altura, andava estava era abandonado por toda malta de Argel, seus putativos amigos. Há um livro até sobre o assunto, muito interessante, de que o Mário Soares, o Manuel Alegre, o falecido Tito de Morais e outros, não gostam nada de ouvir falar)

pessoalmente não me oponho a que se lhe dê o nome der Humberto Delgado. No entanto, oponho-me a que se lhe dê o nome de "General Humberto Delgado".

Por duas razões essenciais:

1- toda a gente sabe quem foi Humberto Delgado e quem não souber, também ignora quem foi o General Humberto Delgado. Portanto...
2- A história do "General Humberto Delgado" cheira-me a terceiro mundo (bem, para falar verdade, mais a América Central e do Sul onde tudo é general de opereta).

Em Paris ninguém se lembrou de dar ao aeroporto "Charles De Gaulle" o nome der "General Charles De Gaulle". Porque era ridículo. Pelo menos, os franceses têm a noção do ridículo.

Finalmente, acho que o nome mais adequado para o aeroporto - não se lhe dando o de "Alcochete", nem o de "Canha" nem o de "Rio Frio" (todos eles estariam adequados pois que marginam o campo de tiro onde vai ser construído o aeroporto - seria o de "Aeroporto Coutinho e Cabral" esses, sim, verdadeiros heróis que dignificaram o país, no campo da aviação.

Mas "Coutinho" e "Cabral" chega bem, sem ser preciso ir-se buscar o "Gago Coutinho e Sacadura Cabral" que não tem jeito nenhum.

A não ser assim, um nome também jeitoso seria o de "Aeroporto tirado aos Otários" ou até "Aeroporto ganho pelos camelos".

E por aqui me fico...

Abraço

Ruben

Camilo disse...

Ai, Amigo Ruben,
Do que você agora se "alembrou", caramba!
Nome para o novo Aeroporto?
Ai, ai, ai... (minha mãezinha)!!!
O Amigo já viu que agora estes "rapazinhos" vão criar um gabinete -ou uma empresa- só para "fazerem o estudo" do nome do novo Aeroporto?
Ai, ai, Amigo Ruben... olhe pela carteira!!!

Ruvasa disse...

Viva, Camilo!

E eles precisam lá destes incentivos para o fazerem?!...

;-))))

Abraço

Ruben

Isabel Magalhães disse...

Ruben;

Bem lembrado o Delgado, e o livro que há quem goste de esquecer. Nessa época ainda não andava sózinha pela cidade mas como morava nos Restauradores lembro-me muito bem dos carros da tinta azul, - de ver o povo a fugir do Rossio - e do gás lacrimogéneo deitado em São Pedro de Alcântara. Aqui para nós, 'apanhei com ele' quando estava no terraço a ver o 'movimento' e a experiência não é nada agradável.

Sobre as hipóteses de baptismo do novo aeroporto, garanto-lhe que não sabia dessas que menciona. (Estou pior que o O. Lopes, tenho as notícias em atraso. rsrs) No entanto, espero que prevaleça o bom senso. Abstenho-me de dizer 'bom gosto' porque o gosto é subjectivo. (mais rsrs)

Fica então a minha proposta:

Aeroporto Internacional de Lisboa abre parenteses localidade fecha parenteses

ou

Aeroporto Internacional de Lisboa abre parenteses Gago Coutinho e Sacadura Cabral fecha parenteses.

(Desculpe, não subscrevo a sua proposta de simplificar o nome dos dois aviadores.) :)

bj

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Pois... Quanto a não subscrever, tudo bem...

Ainda bem que certamente não lhe vão pôr o nome de uma amigo meu dos tempos de juventude...

Chamava-se (julgo que ainda se chama):

Vasco Manuel Jerónimo da Silveira de Menezes e Cardoso de Almoster Almendra e Almonda de Briteiros de Tramontana Cumeeira Y Ogando.

A gente chamava-lhe "Vasquetas" ou "Vasco Ogando" ou outras coisas ainda mais giras. E ele a ralar-se!...

bj

Ruben