Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

segunda-feira, 7 de julho de 2008

1589. Le Petit Larousse...

AIDE AU TIERS MONDE
Aide payée par les pauvres des pays riches pour aider les riches des pays pauvres
(Robert Burron)

AJUDA AO TERCEIRO MUNDO
Ajuda paga pelos pobres dos países ricos para ajudar os ricos dos países pobres

...

4 comentários:

expressodalinha disse...

É caso para dizer que a fome não conhece fronteiras!

Ruvasa disse...

Viva, Jorge!

Verdade indesmentível, essa.

Pelo que vejo, as férias já terminaram. Espero que tenham sido agradáveis e proveitosas.

Abraço

Ruben

Isabel Magalhães disse...

Ruben;

Este assunto cria-me sempre uma angústia. Lembro-me de chapeladas feitas com o chapéu dos outros (o nosso chapéu) tais como o perdão de dívidas para ajudar países ricos em recursos naturais, onde o povo morre de fome e de doenças e os altos dirigentes engrossam a lista dos milionários do mundo...

Acho que vou entrar na 'silly season' que estas coisas fazem-me doer, tanto mais quando os seres mais indefesos, - as crianças e as mulheres - são os que mais sofrem.

Bj

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Eu vejo a "coisa" deste modo:

Sou de opinião de que os países desenvolvidos devem ter todo o interesse em que os mais desfavorecidos progridam na vida.

Já nem falo em questões humanitárias; falo, isso sim, dos próprios interesses comerciais desses países desenvolvidos.

É que, quanto mais gente houver neste mundo com capacidade para comprar, mais negócio eles farão.

Se calhar, estou errado. Mas apenas por ser ingénuo...

Bj para si também.

Ruben