Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

quinta-feira, 10 de julho de 2008

1596. Medina Carreira - "O Estado da Nação"

Para quem não viu


http://sic.aeiou.pt/online/scripts/2007/videopopup2008.aspx?videoId={076402CB-908F-490E-8FD1-24B53C4C104D}



...

6 comentários:

Ralf disse...

Ruben,
quem é Sr. Medina Carreira, que pode falar assim em publico ?
O "Moita Flores" das verdades economicas !
Ganhei esperança !
Ralf

Ruvasa disse...

Viva, Ralf!

Pois é, o homem é mais ou menos isso, o "Moita Flores" das verdades económocas. Bem, talvez ao contrário, o Moita Flores é o "Medina Carreira" das verdades da investigação policial.

Ele foi sempre assim. É muito conhecido. Por vezes, um bocado demagógico, mas quem adopta uma tal postura de verdade, corre esses riscos.

De vez em quando lá o trazem à televisão, onde debita uns quantos juízos de valor que - talvez por acaso - coincidem com os juízos que o cidadão comum, embora sem muito conhecimento de causa, faz também.

Deste modo, digamos que é frequente Medina Carreira representar a insatisfação de cada um de nós, mas em linguagem técnica e com os conhecimentos que o cidadão comum não tem.

Ouvi-lo torna-se, pois, como que uma catarse para todos nós; uma descarga tremenda que nos alivia o... fígado.

Foi miniusrro das Finanças do I Governo Constitucional, entre 1976 e 1978.

Para saber mais coisas acerca de Medina Carreira, no search engine do Google escreva o nome.

Abraço

Ruben

Isabel Magalhães disse...

Ruben;

Vi assim 'en passant'...

;)

[]

I.

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Mas olhe que "merece" uma atenção um pouco maior.

;-)

[]

Ruben

expressodalinha disse...

Tal como o Vasco Pulido Valente, o péssimismo é tanto que nos faz ficar optimistas por contraponto. Deviam trazê-los todos os dias à TV, para animar a malta!

Ruvasa disse...

Viva, Jorge!

Curiosamente, disse precisamente isso, só que com outras palavras, ao Medina carreira, numa palestra dele, com intervenção do público, aqui há dois anos atrás, em Setúbal.

Ainda hoje, eu e mais umas quantas pessoas, estamos à espera de uma resposta convicente.

;-)

Abraço

Ruben