Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

847. Cai por terra outra falácia do Sim

O quadro acima reproduzido é um documento oficial, produzido pelo Gabinete de Política Legislativa de Planeamento, organismo do Ministério da Justiça ao qual compete a recolha e tratamento da informação estatística da justiça, e foi, em 11 de Janeiro último, remetido, através do ofício 65/2004, assinado pelo Ministro da Justiça, Alberto Costa, ao Movimento "Independentes pelo Não".

É tão elucidativo, tão esclarecedor, que não se vê a necessiodade de comentários adicionais.

Apenas sugiro que, para ampliar o quadro, para melhor leitura, click na imagem.
...

2 comentários:

Sulista disse...

Dá mais trabalho educar um povo do que fazer do aborto um método legal contraceptivo.

Beijinho

Ruvasa disse...

Viva, MJoão!

É verdade. Mas educar o povo é mais rendível, ao fim e ao cabo. Porque se trata de educá-lo em todas as vertentes e não somente na questão da preservação da vida humana.

Só de assistir às entrevistas de rua, a gente arrepia-se e conclui mesmo pela necessidade urgente de educar este povo.

Vai demorar gerações, mas espero que se chegue lá. Só tenho pena de já não assistir a tal evento. Tenho sixty-four e não é em 20 anos que se dá a volta a isto.

Ent~´ao com as cabeçorras que fingem governar isto...

Beijinho

Ruben