Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

866. É capaz de imaginar?


É capaz de imaginar um mundo sem Albert Einstein?
...
É capaz de imaginar um mundo sem Teresa de Calcutá?
...
É capaz de imaginar um mundo sem Wolfgang Amadeus Mozart?
...
É capaz de imaginar um mundo sem Louis Pasteur?

É capaz de imaginar um mundo sem Henrique, o Navegador?

É capaz de imaginar um mundo sem Pablo Picasso?

É capaz de imaginar um mundo sem Homero?

É capaz de imaginar um mundo sem Shakespeare?

É capaz de imaginar um mundo sem Christine Keller?

É capaz de imaginar um mundo sem Michelangelo Buonarroti?

É capaz de imaginar o mundo sem Martin Luther King?

É capaz de imaginar um mundo sem Mahatma Gandhi?

É capaz de imaginar um mundo sem tantos outros seres humanos de eleição, agindo nas mais variadas áreas?

E, no entanto, seria o que teria acontecido se as respectivas mães - certamente muitas delas passando por tremendas dificuldades - não se tivessem, mesmo assim, decidido pela vida de seus ilustres filhos.

É isso.

Se discorda do que fica dito – e como discordar? -, discorde à vontade, usando todos os argumentos que melhor entender, mas, por favor, refreie qualquer impulso de oportunismo canhestro e esperteza de arrabalde, esgrimindo com a história contrária, ou seja, um mundo sem Hitler e sem tantos outros de semelhante jaez.
...
É que neste post fala-se do melhor que a Humanidade teve, daqueles que deram contributos assinaláveis para o progresso da raça humana. Dos que valem a pena. Não se fala aqui de facínoras. Fala-se de afirmação de vida; não da sua negação.

Deixo isto à sua reflexão. Por uns momentos, apenas. Vai ver que não custa nada chegar à única conclusão evidente e possível.

2 comentários:

Isabel-F. disse...

"......

Fala-se de afirmação de vida; não da sua negação.
....
..."

mas infelizmente há quem não entenda.
beijo e bom fim de semana

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Infelizmente, tens razão.

Bom fim de semana para ti também.

Beijinho

Ruben