Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

857. Pérolas do SIM...

Aviso de amigo:
...

Estas verdadeiras pérolas de mui ilustres apoiantes do SIM ao aborto - colhidas no site www.assimnao.org - devem ser abordadas, sim, mas desde que o leitor se encontre sentado e bem amparado por todos os quadrantes, não vá dar-se o caso de cair para o lado, para trás ou até para a frente, siderado com tamanha preclaridade, com filosofia de vida tão humana e, acrescente-se mesmo, tão humanitária!... Seria uma catástrofe! Bem, está avisado!...

Vejamos então:



Vitalino Canas
Partido Socialista
...
"Apelo a uma campanha baseada em argumentos de ciência e racionais e não em argumentos de moral e de ética."
TSF 12 Janeiro 2007
...

Sim, já cá se sabia que sempre se deram mal, muito mal, com a Moral e com a Ética.

O problema está mesmo todo aí. Na ausência de uma e de outra.

* * *



Lídia Jorge
escritora

"(o feto de dez semanas) “é uma coisa humana”

...
...

...

E nós a pensarmos que não!...

Mas, afinal, é uma "coisa", está a perceber? Ok, prontosss!, "humana", mas "coisa"!... E, como é uma "coisa", dela se pode fazer qualquer "coisa".


* * *


Manuel Alegre
Partido Socialista
...
“deixou de ser pertinente e sério insistir no tema da vida do embrião ou do feto e da sua eventual prevalência sobre a vida da grávida”

...

Que grande poeta, hein? Que sensibilidade de alma! Que nobreza de sentimentos!
...

3 comentários:

Pedro Morgado disse...

Já que falamos em falta de seriedade, veja aqui:

http://avenidacentral.blogspot.com/2007/02/falta-de-seriedade-do-no-iv.html

http://avenidacentral.blogspot.com/2007/02/falta-de-seriedade-do-no-iii.html

http://avenidacentral.blogspot.com/2007/02/falta-de-seriedade-do-no-ii.html

http://avenidacentral.blogspot.com/2007/02/falta-de-seriedade-do-no.html

Isabel-F. disse...

... para mim a melhor é a da "coisa humana" ...

essa senhora será sim uma coisa que nunca chegou a ser humana ...

bj

Ruvasa disse...

Viva, Isabel!

Sim, ela própria se qualifica. Tira-nos o trabalho de o fazermos.

bj

Ruben