Os portugueses têm de salvar-se de si próprios, para salvarem Portugal

domingo, 22 de fevereiro de 2009

1983. Quem manda é o freguês...




No semanário
SOL, de ontem, na rubrica Política a sério, e sob o título O parlamento vai investigar o Freeport?, José António Saraiva publicou um curioso editorial, no qual, a determinada altura, muito pertinentemente, a propósito do inquérito parlamentar ao caso BPN e a Dias Loureiro, deixa incómodas perguntas:



- Mas, se o Parlamento se dedica agora a investigar assuntos que estão em investigação criminal, por que não abriu ainda um inquérito ao caso Freeport?

- Não será o Freeport politicamente mais importante do que o BPN - visto envolver a actividade de um ministro na altura em exercício de funções, que ainda por cima é actualmente primeiro-ministro?

- Ou será exactamente por isso que o Parlamento não investiga?

Pois...

Agora, se me permitem, digo eu, aliás baseado em outras considerações de JAS, na mesma peça:

Então não se está mesmo a ver que o inquérito ao BPN se faz por na questão estar envolvido um ex-ministro de Cavaco e actual membro do Conselho de Estado, por Cavaco indicado, embora os factos se refiram a datas em que não ocupava qualquer cargo governamental?
- aqui, é do interesse do PS que se faça, para tentar "encavacar" o Presidente da República.

E não se está a ver que o inquérito ao Freeport não se faz porque nele está envolvido o actual primeiro-ministro, que ao tempo era ministro do Ambiente?
- aqui, é do interesse do PS que não se faça, para não expor ainda mais o PM.

Clarinho como água, não? É a "isto" que que o país está entregue!
...

4 comentários:

€ster disse...

Olá!!

Estou passando nos blogues amigos para convidá-los a participar da Blogagem Coletiva sobre “INCLUSÃO SOCIAL” que acontecerá no próximo dia 09/03/2009.

Ficarei muito feliz de poder contar com sua participação!
Se for participar, por gentileza, deixe um recado no blog Esterança.

Desde já, muito grata!

Ester
Blog Esterança

Milouska disse...

Olá, Rúben!

Como água bem cristalina...
Mas alguém tem dúvidas ainda quanto a isto?
Tudo o que envolva Sócrates (negativamente) tem de ser evitado. Se tocar a adversários é para pôr em destaque, porque isso convém-lhe.
É a política das conveniências. Não é caso único, infelizmente, mas este governo abusa!...
Um beijo,

Milouska

Ruvasa disse...

Viva, €ster!

Terei todo o gosto em oarticipar, no caso de estar por cá. Isto, porque, por volta de 7 de Março, tenho saída longa programada com regresso para mais tarde.

Nada a agradecer. Será um prazer.

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Milouska!

Infelizmente não é único, nãp. Se o fosse, era só questão de nos enchermos de alguma paciência e o deixarmos cair de podre.

O pior, o pior é que... isso mesmo!

Beijo

Ruben